O e-mail marketing ainda tem espaço no digital?

Segunda-Feira, 13 de Fevereiro de 2017

De tempos em tempos, os profissionais de marketing encontram formas criativas e inovadoras para o uso do e-mail como meio de comunicação entre marcas e pessoas. No começo esse tipo de mensagem eletrônica veio para minimizar a distância e o tempo na troca de informações, mas pouco tempo depois a plataforma passou a ser utilizada como canal para ações de marketing, com o objetivo inicial de suceder a mala direta.

O uso da ferramenta evoluiu, passou da simples "mala direta digital" para uma forma de estreitar e construir relacionamento entre empresas e os seus clientes. Continuou a revolucionar por meio da personalização, segmentação, análise do comportamento, inteligência competitiva (amplamente utilizada pelos e-commerces) e a busca incansável pela relevância do conteúdo, a fim de se engajar cada vez mais com os consumidores.

As pessoas continuam utilizando o e-mail como canal de comunicação e os números confirmam isso. De acordo com os indicadores apresentados pelo CETIC.br (Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação), no ano de 2015, 88% das pessoas da classe A acessaram e-mail, seguidos por 73% da classe B e 52% da classe C.

Outro ponto que contribui para a longevidade do e-mail é a explosão de vendas dos dispositivos móveis (smartphones e tablets). Assim, com a consolidação das mídias sociais, que também estão no bolso, a tendência é o "Social Mail". Diante desse cenário, a plataforma continua eficiente e não morreu. 

Para os que pensam que o e-mail marketing é sinônimo de spam é necessário refletir sobre as mudanças no mercado e se as práticas adotadas foram coerentes. A compra de listas de endereços eletrônicos, o não uso de ferramentas que administrem as campanhas e, consequentemente, a falta de análise do comportamento do público e dos resultados, a ausência de higienização do mailing e muitos outros fatores contribuem para resultados inferiores. Todo negócio deve construir a sua base de e-mail com opt-in de forma consciente. Ações promocionais no ambiente online, offline ou em ambos é uma boa oportunidade para isso.

De acordo com o relatório "2013 Email Marketing" publicado pela Marketing Sherpa, a plataforma produziu ROI para 60% das organizações entrevistadas. Constatou-se que 64% das empresas aumentarão os investimentos no e-mail marketing e 30% continuarão com mesmo orçamento para a estratégia. 

Com a explosão dos dispositivos móveis, o uso intenso do canal pelas pessoas, a integração com outras plataformas digitais e incremento no budget é impossível fechar os olhos para o e-mail marketing. A S4W Marketing Digital indica a todos manter o espaço dessa estratégia nos planos de comunicação das organizações, mas para isso é necessário planejar e execurtar adequadamente as ações, assim como a S4W faz com seus clientes.

Amplie seu conhecimento. Leia outros artigos.